Diario Do Estado

Baixar livros completos gratuitos em formato PDF e EPUB

Procure o seu livro:

Número total de livros encontrados: 36 para sua pesquisa Aproveite sua leitura!
Roda vida

Roda vida

Autor: José Carlos Morais

Número de Páginas: 259

Um corpo inerte estende-se por uma calçada na Vieira Souto. Assim é que José Carlos Morais inicia o relato de suas memórias como cadeirante. O tiro que levou traria não só consequências físicas, como mudaria completamente a trajetória que o jovem médico tinha traçado para a sua vida. 'Roda Vida: memórias de um cadeirante' retrata essa história. Numa linguagem própria, José Carlos consegue um texto leve que, ao alternar fatos dramáticos e jocosos, faz o leitor oscilar entre emoções. Suas memórias passam pela reabilitação, pela luta pelos direitos dos deficientes e pela vasta atuação esportiva.

Tpm

Tpm

Número de Páginas: 88

Revista Tpm. Entrevistas e reportagens sobre comportamento, moda, beleza, viagem e decoração para mulheres que querem ir além dos manuais, desafiando os padrões. Imagem não é tudo.

Poemas de um Rapper Cadeirante

Poemas de um Rapper Cadeirante

Autor: Thiago Henrique Vigilato

Número de Páginas: 60

Autor: Rapper Kdra Páginas: 60 Edição: Março 2021 ISBN: ISBN 9786589259039 Dono de uma linguagem poetica que vai do lirismo ao cinismo critico, da critica social a mediocridade e volatilidade da vida. Uma linguagem e uma forma de escrever, cuja pontuacao navega entre o ritmo do rapper cadeirante. A poesia de numero 1 nos acorda em uma madrugada fria da solidao humana, que depois retorna, espacada... E termina no numero 50, onde uma interrogacao nos perfura a alma em pensamentos que ecoam sobre a vida e obra desse amado kdeirinha.

Tpm

Tpm

Número de Páginas: 128

Revista Tpm. Entrevistas e reportagens sobre comportamento, moda, beleza, viagem e decoração para mulheres que querem ir além dos manuais, desafiando os padrões. Imagem não é tudo.

O mar doce

O mar doce

Número de Páginas: 65

Nos seus olhos há promessas de felicidades, o interesse em comum de observar as estrelas aproximou os dois. Mas será que algo no passado de ambos pode ameaçar o amor arrebatador que existi entre os dois?

Tpm

Tpm

Número de Páginas: 100

Revista Tpm. Entrevistas e reportagens sobre comportamento, moda, beleza, viagem e decoração para mulheres que querem ir além dos manuais, desafiando os padrões. Imagem não é tudo.

Tpm

Tpm

Número de Páginas: 128

Revista Tpm. Entrevistas e reportagens sobre comportamento, moda, beleza, viagem e decoração para mulheres que querem ir além dos manuais, desafiando os padrões. Imagem não é tudo.

Trip

Trip

Número de Páginas: 158

Revista Trip. Um olhar criativo para a diversidade, em reportagens de comportamento, esportes de prancha, cultura pop, viagens, além dos ensaios de Trip Girl e grandes entrevistas

Tpm

Tpm

Número de Páginas: 112

Revista Tpm. Entrevistas e reportagens sobre comportamento, moda, beleza, viagem e decoração para mulheres que querem ir além dos manuais, desafiando os padrões. Imagem não é tudo.

PROJETO E CIDADE: ENSAIOS ACADÊMICOS

PROJETO E CIDADE: ENSAIOS ACADÊMICOS

Autor: Erika Cristine Kneib , Adriana Mara Vaz De Oliveira , Bráulio Vinícius Ferreira , Camilo Vladimir De Lima Amaral , Eline Maria Moura Pereira Caixeta , Fábio Ferreira Lima, , José Artur D’aló Frota

Número de Páginas: 330

De modo a marcar um primeiro ciclo de cinco anos do curso de Arquitetura e Urbanismo da UFG, os trabalhos inseridos neste livro apresentam os Ensaios Acadêmicos começais, desenvolvidos no âmbito deste curso, tendo como autores os alunos de graduação e seus professores orientadores. Os trabalhos aqui apresentados conformam produtos das ações de pesquisa, ensino e extensão desenvolvidas ao longo deste primeiro ciclo com o objetivo de fortalecer estes três pilares da universidade. Tal esforço conjunto dos docentes e discentes busca ainda revelar a importância da pesquisa e da ciência na formação acadêmica já no nível da graduação, intentando fomentar a iniciação científica, e estimular a continuidade das pesquisas em nível de pós-graduação.

Tpm

Tpm

Número de Páginas: 96

Revista Tpm. Entrevistas e reportagens sobre comportamento, moda, beleza, viagem e decoração para mulheres que querem ir além dos manuais, desafiando os padrões. Imagem não é tudo.

Tpm

Tpm

Número de Páginas: 88

Revista Tpm. Entrevistas e reportagens sobre comportamento, moda, beleza, viagem e decoração para mulheres que querem ir além dos manuais, desafiando os padrões. Imagem não é tudo.

Tpm

Tpm

Número de Páginas: 104

Revista Tpm. Entrevistas e reportagens sobre comportamento, moda, beleza, viagem e decoração para mulheres que querem ir além dos manuais, desafiando os padrões. Imagem não é tudo.

Tpm

Tpm

Número de Páginas: 112

Revista Tpm. Entrevistas e reportagens sobre comportamento, moda, beleza, viagem e decoração para mulheres que querem ir além dos manuais, desafiando os padrões. Imagem não é tudo.

Trip

Trip

Número de Páginas: 112

Revista Trip. Um olhar criativo para a diversidade, em reportagens de comportamento, esportes de prancha, cultura pop, viagens, além dos ensaios de Trip Girl e grandes entrevistas

Sin imagen

Espaços públicos abertos de circulação de pedestres e o usuário cadeirante

Autor: Simone Helena Tanoue Vizioli

Número de Páginas: 212

(continuação) Partindo-se do pressuposto que um ambiente não deve ser avaliado somente pelos seus aspectos técnicos, mas também pela ótica de quem utiliza o espaço, optou-se pela aplicação de uma avaliação comportamental, variável básica da Avaliação Pós-Ocupação (APO). Destaca-se a importância em se conhecer o ponto de vista dos cadeirantes e dos não cadeirantes, para se poder propor soluções técnicas e políticas públicas. Os resultados deste trabalho permitiram constatar o estado de conservação e uso dos espaços públicos de circulação, hierarquizar os seus principais problemas e traçar o perfil dos seus usuários. Porém, ressalta-se que apenas os resultados de uma análise comportamental não são suficientes para afirmar quais parâmetros devem ser objetos de intervenção, pois se faz necessária uma comparação com avaliações técnicas, bem como, um estudo de viabilidade econômica e política. Concluindo, esta pesquisa é uma contribuição para a construção de uma cidade para todos, juntamente com a integração entre os setores público e privado, e com a troca de conhecimentos entre técnicos, profissionais, portadores de...

Tpm

Tpm

Número de Páginas: 112

Revista Tpm. Entrevistas e reportagens sobre comportamento, moda, beleza, viagem e decoração para mulheres que querem ir além dos manuais, desafiando os padrões. Imagem não é tudo.

Sms Para Michele Santos

Sms Para Michele Santos

Autor: Emerson Carvalhos Fernandes , 1 Fernandes

Número de Páginas: 88

Michele Santos é uma evangélica linda que desperta a paixão de Emerson Fernandes. Um cadeirante que é transferido para escola que Michele estuda. E amor ficar mais forte depois que os dois trocam SMS e descobrem que tem muito em comum e que tem um ao outro para segurar se um começar a cair.

Sin imagen

Espaços públicos abertos de circulação de pedestres e o usuário cadeirante

De acordo com dados do Censo 2000, 24,5 milhões de brasileiros possuem algum tipo de deficiência, o que corresponde a 14,5% da população. Em São Paulo, chega a 1 milhão. Estes números ressaltam a importância da questão da acessibilidade ambiental aos portadores de deficiências. O objetivo principal deste estudo foi a determinação dos fatores limitantes na utilização do sistema de circulação de pedestres, pelo cadeirante. Esta pesquisa procurou verificar se estes espaços públicos cumprem sua função social sob a ótica do uso e da integração das pessoas de cadeiras de rodas. É apresentada uma discussão sobre a legislação de acessibilidade ambiental, sobre o uso dos espaços públicos de circulação, bem como, sobre as características da deficiência e da inclusão social no Brasil. A escolha do estudo da utilização dos passeios públicos, pelos cadeirantes, justificou-se por duas razões: em primeiro lugar, porque se tratam de espaços-chave na questão da acessibilidade ao representar a interligação entre o público e o privado e em segundo lugar, porque o cadeirante requer adaptações especiais que, ao serem atendidas, indiretamente, atingem outros ...

Tpm

Tpm

Número de Páginas: 112

Revista Tpm. Entrevistas e reportagens sobre comportamento, moda, beleza, viagem e decoração para mulheres que querem ir além dos manuais, desafiando os padrões. Imagem não é tudo.

Sin imagen

Inclusão Social: Supercadeira do Max (Cadeirante) (Nível 3 / Paradidáticos Todolivro)

Autor: Suelen Katerine A. Santos

A linha Paradidáticos Todolivro está alinhada às diretrizes curriculares nacionais da Educação Infantil e do Ensino Fundamental estipuladas pelo Ministério da Educação (MEC) e tem uma proposta eminentemente pedagógica: ser uma ferramenta facilitadora do desenvolvimento das crianças. Seu objetivo principal é formar leitores independentes, com senso crítico, capazes de desenvolver e expressar ideias e se comunicar de forma eficiente, por meio do domínio dos instrumentos essenciais à aprendizagem - a leitura, a escrita, a expressão oral, o cálculo e a capacidade de solucionar problemas e elaborar projetos de intervenção na realidade. É uma linha que busca proporcionar conhecimentos conceituais dos vários campos do saber, trabalhando capacidades cognitivas e sociais amplas. Além disso, ressalta valores e atitudes fundamentais à vida pessoal e à convivência social por meio de "conteúdos extras formulados por especialistas em educação, com orientações e sugestões pertinentes, inovadoras e práticas para serem desenvolvidas em sala de aula. Sua proposta é promover a leitura continuada/compartilhada através de experiências significativas, que reforcem o...

Duas Horas Mais Tarde

Duas Horas Mais Tarde

Autor: José Eduardo Peixoto

Número de Páginas: 184

“Duas Horas Mais Tarde” Sinopse Final dos anos setenta. Apaixonado pela primavera, um cadeirante, viaja todos os anos para uma pequena cidade num município do interior. De meia idade, tem três grandes paixões: a Vida, a primavera e o prazer de comer bem. Todos os dias, á noite, se reúne com mais três amigos na Hospedaria das 3 Marias, para petiscar e jantar, enquanto conversam e se divertem com jogos de mesa. Casimiro é um pequeno comerciante, Barbosa é professor numa escola local e Afonso o chefe da Polícia da cidade. Salvador, é o cadeirante que todos os anos, na primavera, vai passar uns dias nesta cidade de cariz rural, para desfrutar os prazeres da estação, depois do longo inverno. O drama que acontece com Joana, na Rua dos Limoeiros, logo no seu segundo dia de férias, vai mudar completamente a sua estadia nesta pacata cidade. Afonso, o chefe da polícia, pede ajuda aos amigos. Cada um deles, no seu trabalho, procura reunir o máximo de informações possível para o ajudar. À noite, os jantares passam a ser numa sala privada da hospedaria, onde o prazer de um bom prato se dissolve com a partilha de informações. Com o avançar das investigações, novos...

Tpm

Tpm

Número de Páginas: 120

Revista Tpm. Entrevistas e reportagens sobre comportamento, moda, beleza, viagem e decoração para mulheres que querem ir além dos manuais, desafiando os padrões. Imagem não é tudo.

Tpm

Tpm

Número de Páginas: 120

Revista Tpm. Entrevistas e reportagens sobre comportamento, moda, beleza, viagem e decoração para mulheres que querem ir além dos manuais, desafiando os padrões. Imagem não é tudo.

Tpm

Tpm

Número de Páginas: 88

Revista Tpm. Entrevistas e reportagens sobre comportamento, moda, beleza, viagem e decoração para mulheres que querem ir além dos manuais, desafiando os padrões. Imagem não é tudo.

Por hora, cadeira de rodas

Por hora, cadeira de rodas

Autor: Lorenzo Cruz Coneglian , André Luís Onório Coneglian

Número de Páginas: 54

"Por hora, cadeira de rodas" é resultado da experiência real vivida por um dos autores. Lorenzo tem seis anos de idade, lê e escreve desde os quatro anos, possui Altas Habilidades/Superdotação. Em junho de 2017, numa brincadeira de criança, sofreu um acidente e fraturou a tíbia direita, o que o deixou com a mobilidade reduzida e o fez usar cadeira de rodas por dois meses e meio. A recuperação seguiu ainda com muleta, muitas sessões de fisioterapia, até se convalescer por completo, perfazendo um período de quatro meses. Porém, a experiência como cadeirante o fez perceber quanto os espaços públicos e privados pelos quais circula não estão preparados para pessoas com mobilidade reduzida. Então, numa sessão de psicoterapia com sua Psicóloga, surgiu a ideia de escrever um livro no qual pudesse compartilhar suas experiências com muitas outras pessoas. Pediu auxílio ao pai, que é Pedagogo, Professor de Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS), pesquisador na Área da Educação Especial, com foco na Educação de Surdos. Assim, o pai se viu envolto com outras questões igualmente relevantes da Educação Inclusiva: Altas Habilidades/Superdotação e a Deficiência...

Sin imagen

Neoinclusão

Autor: Nilza Montanari

“Trabalhar com equipe diversa é garantia de melhoria do desempenho para qualquer empresa, pois a resiliência, dedicação e entrega proporcionadas pela diversidade contagiam toda a equipe. É necessário e inteligente que as empresas realizem programas de inclusão e diversidade, e é fácil medir e acompanhar o resultado de melhoria de desempenho. É necessário também discutir o assunto, que deve ser tratado como prioridade estratégica nas empresas. Esse tema é abordado com profundidade no livro Neoinclusão, de Nilza Montanari, uma consultora especializada em inclusão de profissionais com deficiência, que é cadeirante, também casada com um cadeirante, e ambos vivem uma vida autônoma e independente. Ela também é uma de nossas líderes no Comitê de Inclusão no Grupo Mulheres do Brasil, no núcleo de Campinas (SP), onde colabora de forma efetiva com os trabalhos.” — Luiza Helena Trajano Presidente do Conselho de Administração do Magazine Luiza e Presidente do Grupo Mulheres do Brasil.

Num Piscar De Olhos

Num Piscar De Olhos

Autor: Francisco De Assis D. Maél

Número de Páginas: 125

Qual a ligação entre um roubo perfeito e um tesouro amaldiçoado? Num piscar de olhos é a história de um roubo perfeito que começa com um tesouro amaldiçoado passando de geração a geração causando a morte de quem o possuir. Cadeirante, é assassinado após saber que ganhou o prêmio da mega sena e só há uma testemunha ocular de sua morte, mas que não pode falar. Um roubo perfeito não deixa pistas e confunde a polícia, punindo o culpado do assassinato. Você é um bom detetive? Então descubra quem é o verdadeiro ladrão.

Suplício De Uma Viagem

Suplício De Uma Viagem

Autor: Pedro F. Eça

Número de Páginas: 142

Aqui vocês iram ler uma história que ao longo das minhas décadas dos meus anos, venho interpretando o meu modo de ser, agir e realizar as minhas conquistas. Após um grave acidente automobilístico, por uma fatalidade falta de atenção, descuido, predestinação, imprudência? Não sei. - Só imagino! Foi naquele monte de areia que me quebrei. Entretanto, passei a conviver no mundo da paraplegia. E nela o meu convívio dos meus 31 anos após esse acidente. Diante deste episódio foi conhecedor dos meus atos, fatos e perseverança, com a fé e na esperança de algum dia voltar a andar. Andar este! Que em um milésimo de segundo, entre um e outro, que se transformou em uma metamorfose de palavras mágicas.

Sin imagen

Ergonomia E O Trabalho do Portador de Necessidade Motora Específica O Caso do Cadeirante

O Portador de Necessidades Especiais Como Todo Ser Humano Tem Direito à Educação à Saúde ao Lazer e ao Trabalho Ele Como Qualquer Outro Cidadão Possui Deveres e Direitos Entre os Quais o de Ter Acesso ao Mercado de Trabalho Deixando de Ser Dependente de Sua Família Bem Como do Estado Que em Geral o Sustenta Através de Aposentadorias Especiais Para Contribuir na Melhoria das Condições de Trabalho do Dfc Objetiva Se Com Este Trabalho Identificar e Analisar Utilizando a Abordagem Ergonômica os Fatores Que Interferem no Conforto e no Desempenho do Mesmo em Um Posto de Trabalho dos Correios A Metodologia Empregada Baseou Se na A E T Este Estudo Chega Às Seguintes Conclusões a Ergonomia Pode e Deve Contribuir Para Que o Portador de Necessidade Motora Específica Cadeirante Possa Produzir em Igualdade de Condições do Trabalhador Considerado Normal O Ambiente de Trabalho Adaptado Às Características Necessidades e Limitações das Pessoas Com Necessidades Especiais Permitirá Também Melhor Qualidade de Vida Ou Seja Melhoria na Saúde Segurança Independência e Bem Estar Social.

Histórias De Julia

Histórias De Julia

Autor: Julia De Oliveira Mendes

Número de Páginas: 81

As histórias de Julia é uma biografia de uma menina cadeirante contando sua vida desde seu nascimento até seus dezoito anos. Ela nasceu com pouco mais de seis meses de gestação, mas após um mês de vida teve uma paralisia cerebral que afetou seus membros superiores e inferiores. Apesar de não poder viver como uma criança normal, Julia fala de como é seu mundo e sua visão a partir da cadeira de rodas. Também fala de tudo que ela viveu em seus aniversários, passeios, escola, terapias, conquistas e muito mais. Para ela este é seu normal! E como ela mesma questiona: Porque as pessoas não entendem como sou? Atrás de cada história e de cada momento relatado encontramos alegria, prazer, desafios, tristezas, decepções, preconceito, vitórias, reflexões, fé, amor, vontade, esperança, sonhos e vida, muita vida. Tudo que uma jovem, mesmo sem a cadeira de rodas, também vivencia. Prepare-se para entrar no mundo das histórias de Julia!

Na minha cadeira ou na tua?

Na minha cadeira ou na tua?

Autor: Juliana Carvalho

Número de Páginas: 194

Desde os 19 anos numa cadeira de rodas, a apresentadora da TV Assembleia do Rio Grande do Sul, Juliana Carvalho, declara seu amor à vida. Neste livro, sem esconder os momentos dolorosos e a vontade de desistir, ela extrai humor e esperança de situações difíceis e expõe a mistura de tragédia e comédia que caracterizam a sua ? e a nossa ? complexa condição humana.

A Toda Velocidade

A Toda Velocidade

Autor: Giselle Morais , Carlos Alberto Torres De Mattos

Número de Páginas: 166

A autora experimenta a situa��o de cadeirante por 30 dias. Em formato de di�rio ela relata o tratamento da sociedade, as dificuldades, o preconceito e suas impress�es na posi��o de um cadeirante.

VINTE ANOS E DOIS MESES DEPOIS

VINTE ANOS E DOIS MESES DEPOIS

Autor: Carlos Eduardo Rosa Fraga

Número de Páginas: 191

Tentei escrever um livro com algum conteúdo e experiências minhas bem-sucedidas como tetra e cadeirante; coisas que poderiam ter me ajudado logo após o meu acidente, se eu tivesse podido ler um livro com dicas assim. Mas não tenho a pretensão de ser exemplo a ser seguido. Gostaria apenas de lançar alguma inspiração.

Sin imagen

Relatório de análise estatística sobre o projeto

Autor: Mônica Carneiro Sandoval , José Adolfo De Almeida Schultz , Regis Chinen

Número de Páginas: 65

Últimos livros procurados